INCRÍVEL! Com uma virada histórica a paiN vence a LOUD e está nas semis!

INCRÍVEL! Com uma virada histórica a paiN vence a LOUD e está nas semis!

Em uma série Melhor de 5 a paiN Gaming vence a LOUD e vai enfrentar o Flamengo na semi-final pelo Campeonato Brasileiro de League of Legends.

Time da paiN Gaming vence a LOUD – Foto: paiN Gaming

paiN x LOUD

A rivalidade do Free Fire agora se mostrou dentro do Lolzinho. As duas equipes se enfrentaram hoje nos playoffs do CBLOL (Campeonato Brasileiro de League of Legends) numa melhor de 5 jogos, e os jogos foram quentíssimos!

No primeiro ano da LOUD no campeonato, a equipe fez contratações de peso, trazendo o atual campeão da competição na posição de top: Tay. Além dele, mais 3 campeões brasileiros: dynquedo, duas vezes campeão pela Kabum, e a dupla da botlane, DudsTheboy e Ceos, também campeões pela Kabum no primeiro split de 2020.

A paiN manteve a mesma line da final do último split contra a INTZ, somente com uma alteração: trouxeram o suporte coreano Luci, o qual já havia sido campeão juntamente com brTT e Robo em 2019 pelo Flamengo.

A partida ocorreu pelos playoffs do CBLOL, mais especificamente pelas quartas de final, quem ganhasse entre os dois iria enfrentar o Flamengo nas semis.

O jogo

O primeiro jogo da série ser deu por uma larga vantagem pelo time da LOUD, começando a fazer seu jogo logo no começo. Com um dive bot e uma play na selva adversária, a LOUD abriu muito ouro na frente da paiN fazendo com que ficasse mais fácil acumular dragões, ao todo foram 3.

A paiN fechou o covil do dragão para a LOUD não conseguir pegar o 4º e garantir a alma de fogo, porém a LOUD foi mais inteligente e garantiu um avanço muito forte pela rota do meio, levando o inibidor e as torres do Nexus, deixando a Jinx do Duds livre para bater no Nexus e garantir o 1×0 na série.

Houve muito mais disputa nesse segundo jogo. Com Thresh na mão do Luci e Caitlyn na de brTT a pressão no bot estava garantido, entretanto, Mewkyo novamente apareceu cedo lá, garantindo o First Blood. A paiN conseguiu algumas respostas, porém a LOUD ainda conseguiu sair na vantagem conquistando o Arauto na parte superior do mapa. A LOUD utilizou muito bem dessa vantagem dominando visão e derrubando torres de inibidor, mas foi em uma jogada que tudo acabou. Em uma dança no Barão, a LOUD invadiu a selva inimiga, e em um descuido de brTT, o jogador acabou sendo pego pela tropinha a qual só juntou e levou o segundo jogo da série.

A LOUD então abre um 2×0 na série, ficando a apenas 1 jogo da classificação, mas a paiN não desistiu e foi inteligente. Enfim, a equipe da paiN colocou seus jogadores na zona de conforto nesse jogo decisivo: Camille para o Robo, Zoe para o Tinows e o Draven do pai, brTT. Por mais que a Camille estivesse sofrendo para o Mordekaiser do Tay, ela foi muito importante mais pra frente no game.

Entretanto, foi a bot lane da paiN que destruiu o jogo juntamente com seu jungler Cariok. A paiN tomava essa frente na partida, mas em uma luta muito boa a LOUD consegue abater 4 membros da paiN e ir rumo ao Barão. O jungler da paiN até tentou roubar mas não conseguiu e foi abatido, entregando um ShutDown para o time inimigo. Entretanto, o barão não foi o suficiente para o engange da paiN, que estava pulando na Jinx de Duds e não deixando ele clicar, assim a paiN conseguia ganhar as fights até conseguir sua primeira vitória na série.

Se funciona, continua! Foi assim com o pick da Camille do Robo, novamente sendo escolhida pelo time da paiN. Além desse pick, a Tristana de brTT que não funcionou no primeiro jogo, dessa vez, explodiu muito o time da LOUD. A botlane da paiN soube o que fizeram de errado no primeiro jogo e cederam a pressão do time da LOUD. Entretanto, foi a paiN que conseguiu ótimas lutas. Com um alto dano do Viktor do Tin e o isolamento do carry inimigo por parte do Robo, brTT conseguiu ficar livre nas fights, conseguindo seus abates e resets para levar mais uma vitória e empatando a série.

Mais uma partida com muita ação! A estratégia da paiN era acabar com o top side do menino Tay, o que aconteceu nos primeiros minutos de jogo. Com um First Blood na mão do Robo, e mais duas eliminações para o Cariok na jogada seguinte, foi o que a paiN precisava. Entretanto, o time forçou uma play muito arriscada no bot, e LOUD aproveitou, com um Triple Kill do Tay a tropa viu-se segurando aquele game. Aliás, a LOUD conseguiu ganhar mais uma luta na rota do meio, onde o Tay novamente, pegou um triple kill.

Porém, a paiN estava com foco no mapa, a LOUD ganhava as fights, mas perdia torres e objetivos pelo mapa. Entretanto, o jogo se decidiu em uma fight maravilhosa por parte do Robo. Ocorrieu no rio do Barão e parecia que a LOUD estava ganhando a luta, porém Robs foi sensacional. Conseguiu eliminar o jungler inimigo e atraindo o time da LOUD para dentro do pit do barão, a qual foi forçada a sair dali utilizando seus flashs. Contudo, o Tinows fez seu famoso flanco, e com uma rápida ida a base e voltando de teleporte, o Robo chegou e a paiN conseguiu ganhar a luta, finalizando a partida e fechando a série numa história virada.

Essa foi a primeira vez na história do CBLOL, em que um time, perdendo de 2-0, consegue virar e sair vitoriosa. Portanto, a paiN agora enfrenta o Flamengo pelas semifinais.

Amanhã às 13:00, nos canais oficiais da Riot Brasil, acontecerá o outro confronto de quartas de final. Kabum e Red Canids se enfrentam para ver quem será o adversário da Vorax na semifinal.

Isso é só o começo dos Playoffs do nosso querido CBLOL, que já começou com uma série quentíssima. Acompanhe os próximos jogos que, com certeza, serão de muita emoção!

Veja também:

-> AGORA VAI! FURIA é convidada para jogar a DreamHack Masters Spring
-> ELIMINADOS! MIBR perde para a Na’Vi e está fora da ESL Pro League!
-> BOMBA! CRUZEIRO FORA DO FREE FIRE E LEAGUE OF LEGENDS!!
->INCRÍVEL! GAULES RECEBE SKIN DENTRO DE UM JOGO PELA PRIMEIRA VEZ!

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: